Genética e alimentação

Nos últimos anos a ciência está comprovando através de inúmeros estudos que nossa alimentação interfere diretamente no funcionamento de nossos genes.

Ao nascermos portamos uma carga genética repleta de predisposições ao desenvolvimento de doenças e outros problemas de saúde, mas estudos científicos estão cada vez mais reforçando a ideia de que nossa rotina alimentar e de atividades físicas influenciam na ativação desses genes ou não.

Fitoquímicos presentes nas frutas e vegetais além de contribuírem com inúmeros benefícios possuem o poder de influenciar o funcionamento de nosso material genético com modificações que podem ser herdadas pelas próximas gerações.

Os alimentos, além de conter nutrientes como carboidratos, lipídios, proteínas, vitaminas e minerais, contêm compostos bioativos capazes de afetar o funcionamento dos genes. Dependendo dessa influência o indivíduo tem chances maiores ou menores de desenvolver doenças ou de preveni-las.

Diante de tais constatações devemos assumir nossa responsabilidade ao fazermos escolhas que impactarão não só nossa saúde hoje como daqueles que virão depois de nós.

Orientações de Keith Cheli Kanasawa, chef da KeroBistroEmCasa

insta: kerobistroemcasa

https://www.facebook.com/kerobistroemcasa

Published by Keith Cheli Kanasawa

Gastrônoma e Relações Públicas de formação, tenho muitas paixões, entre elas corrida de rua, comida, fotografia, jardinagem, marketing digital e escrever.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: