Telomerase e alimentação

Telômeros são estruturas presentes nas pontas dos cromossos que desde a década de oitenta foi descoberta sua relação com o envelhecimento, pois com o passar dos anos eles vão encurtando, o que afeta a capacidade do corpo de produzir novas células.

Pesquisas que geraram o Prêmio Nobel de Medicina de 2019 mostram que nossa alimentação pode não apenas retardar esse processo mas revertê-lo através da ingestão de nutrientes que estimulam a produção de telomerase. São eles:

Vitamina B3: presente nas proteínas magras, como frango, peru, atum, salmão e ovos, arroz integral, cogumelo portobelo, amendoim, ervilha, abacate, batata doce e levedo de cerveja;

Resveratrol: além de estimular a telomerase ativa genes que estimulam a longevidade celular e neutraliza genes que promovem doenças. Frutas como o morango, mirtilo, uva, framboesa e amora, amendoim e cacau são fontes desse nutriente;

Cisteína: aminoácido presente no leite e seus derivados, nos cereais integrais, nas oleaginosas e em vegetais como alho, brócolis, couve-de-bruxelas e cebola roxa.

Orientações de Keith Cheli Kanasawa, chef da KeroBistroEmCasa

insta: kerobistroemcasa

https://www.facebook.com/kerobistroemcasa

Published by Keith Cheli Kanasawa

Gastrônoma e Relações Públicas de formação, tenho muitas paixões, entre elas corrida de rua, comida, fotografia, jardinagem, marketing digital e escrever.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: