Homofobia nunca mais!

Quando eu estava no primeiro grau (hoje chamam de fundamental) havia um menino que tinha trejeitos mais afeminados. Nós o chamávamos de Clodovil e o fazíamos sentir-se mal. Vivíamos caçoando sem nos importar se o machucávamos. Não sabemos o quanto nosso mau comportamento pode ter deixado marcas naquela criança que hoje pode ser um adultoContinue reading “Homofobia nunca mais!”

Emagrecer e reduzir medidas com Saúde é possível! Eliminei 9,5 Kg na pandemia!

2019 foi um ano bem difícil pra mim! Um relacionamento amoroso de 9 anos chegou ao fim e fui diagnosticada com câncer no rim aos 42 anos de idade. Sentia-me a vítima do mundo. Engordei 7 quilos a longo do ano. Para ocupar a mente, inscrevi-me num curso de PNL – Programação Neuro Linguística eContinue reading “Emagrecer e reduzir medidas com Saúde é possível! Eliminei 9,5 Kg na pandemia!”

A Luz e eu, quatro meses depois, amor infinito!

Assim que a trouxe para casa, pensei que a adaptação seria difícil. Não foi. Imaginava que poderia ser desafiador lidar com ela que ficou 5 anos presa na zoonose até eu a adotá-la. A Luz surpreendeu-me positivamente por sua calma, manha – adora um afago – e sua resiliência. De manhã, quando levanta do sofáContinue reading “A Luz e eu, quatro meses depois, amor infinito!”

5 dicas para escutar com empatia

Uma das atividades mais difícieis é escutar com empatia, sem julgamentos, sem dar sugestões ou opiniões. Por quê? É automático querermos ajudar alguém dando a solução que para nós parece ser a melhor. Muitas vezes, sem que a pessoa acabe sua narrativa. Na maioria das vezes, um ombro amigo para um desabafo é o suficiente.Continue reading “5 dicas para escutar com empatia”

Apoio: algo que você pode dar, basta estar atenta(o)!

Quando soube da possibilidade de estar com câncer no rim, liguei para meu amigo Eliel que está em tratamento contra o câncer há mais de 5 anos e pedi orientação. Eliel ouviu-me com atenção durante nossa chamada telefônica, deu-me conforto e orientação de como obter assistência da empresa durante o tratamento. Foram 15 minutos queContinue reading “Apoio: algo que você pode dar, basta estar atenta(o)!”