Que mudança você deseja para você e para o mundo?

Mahatma Gandhi, líder pacifista espiritual e político na Índia, dizia “Seja a mudança que você quer ver no mundo”. Praticante da não violência, acreditava que a mudança só é possível com muito amor no coração e que transformar vidas é transformar o mundo em um lugar melhor.

A mudança nos dá medo porque vem carregada de incerteza, daquele sentimento em que é impossível prever resultados e consequências. Pode ser positivo, mas também pode não ser assim. A questão é que há momentos em que é necessário assumir certos riscos e ter a clareza de que a  responsabilidade pela mudança se inicia em mim, então, o que eu tenho feito por um mundo melhor?

* No trânsito, qual a minha participação?

* No meu condomínio, qual a minha contribuição?

* Diante do racismo, qual a minha postura?

* Eu preservo o meio ambiente?

* Reciclo o lixo?

O mundo só começa a mudar quando agimos com coerência e honestidade diante daquilo que acreditamos ser o melhor. Portanto, somos nós, com toda e qualquer atitude, se relacionando com os outros e com nosso entorno, que vamos espelhar o que desejamos, queremos e exigimos.

Mudar é desafiante, mas o não mudar pode ser fatal. A angústia e insegurança diante do novo e desconhecido,  nem sempre é negativo. O que pode se tornar negativo e prejudicial é permanecer nela sabendo que não é útil, que não nos impulsiona a crescer ou a nos sentirmos bem. Portanto, se ela se tornar um fardo que nos ancora e limita nosso crescimento, é melhor que a questionemos.

A Paciência é necessária e pode indicar maturidade intelectual diante dos fatos. É importante parar, olhar e escutar o seu interior, como se estivesse atravessando o trilho do trem, para não perder a rota. É necessário “agir”, driblar os momentos de instabilidade com inteligência e cautela que te levarão para um novo caminho.

No filme “Alice no país das maravilhas”, observem o diálogo com o Gato Cheshire:

ALICE : Pode me dizer qual o caminho que eu devo tomar?

GATO: Isso depende muito do lugar para onde você quer ir.

ALICE: Eu não sei para onde ir.

GATO : Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve.

E a vida se retrata exatamente como no relato acima, é necessário saber o que quer antes de qualquer mudança ou transformação.  

Onde queremos ir? O que estamos fazendo para chegar lá?

Como estruturar o caminho para chegar até lá? Sem uma definição clara de objetivo/ propósito, paralisamos e permanecemos como estamos e também implica o risco de nunca ser feliz ou de não continuar crescendo. 

Na vida, estamos sempre diante de ganhos e perdas, processo importante para crescermos e evoluirmos. Sair da zona de conforto, trazer o melhor de mim à tona é testar o meu limite.

Os momentos de turbulência é o que faz a diferença na nossa vida e toda escolha implica em ganhos e perdas. Cada crise é uma ação, só nos resta alavancar a nossa coragem em CRIAR.

Cada crise é uma ação, só nos resta alavancar a nossa coragem em CRIAR.

A mudança é fundamental pois tudo que protege, exageradamente,  diante da zona de conforto, tende a sufocar e impedir o crescimento pessoal, profissional, familiar e outros.

Quando eu decido não mudar, eu decido “parar de viver”.  Paralisar e ficar na inércia, diante da mudança, nos possibilita ser atropelados e , muitas vezes, permitir ser engolidos pela situação. É preciso movimento e ação.

O otimismo é imprescindível diante das situações. Pensar positivo, acreditar em si é o  início, AGIR é a consequência. A inteligência nas ações + criatividade + iniciativa + cautela na vaidade = ÉTICA nas ações, respeito aqueles que nos rodeiam, é o servir as pessoas em nome do bem comum que pode ser o início de uma nova sociedade/ novo “EU”.

Segundo Leandro Karnal “Sou o sócio majoritário da minha vida, onde não mando em tudo, mas, mando muito”. Sendo assim, não mando em tudo, mas, mando muito porque a mudança parte de cada um de nós.

Devemos pensar globalmente por um mundo melhor pois a mudança que todos precisamos está dentro de cada um de nós, em nossas mentes e em nossos corações.

Já disse o próprio Charles Darwin em suas obras: “quem sobrevive a este mundo complexo e às vezes ameaçador não é o mais forte, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

Seja a mudança que você deseja, inspire o mundo ao seu redor que o mundo muda!!!

Katia Lima

Psicóloga – Coach Pessoal e Profissional

Consteladora Familiar e Organizacional

CRP.: 06/31938-0

Instagram: @katialimaconstelacaofamiliar

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: