Segundo Jesus, os sãos não precisam de médico

Jesus estava sentado à mesa na casa de Mateus, vieram publicanos e pessoas de má vida e sentaram-se com ele e seus discípulos.

Os fariseus, que eram membros de um grupo de judeus que obedecia a leis religiosas rígidas e não mantinha relações com os não-crentes ou com os judeus estranhos ao seu grupo, questionaram por que Jesus estava sentando com aquele ‘tipo de gente’. Jesus respondeu “não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes”.

Reflitamos:

Quem precisa de consolo? Um aflito, alguém que não está em paz…

Quem precisa enxergar? Alguém que esteja cego com alguma situação…

Quem precisa de médico ou remédio? Quem percebe que está doente ou precisa mudar seu estado de saúde ou espiritual…

Pessoas na época de Jesus, independente de crença, posição social, ofício, que tinham essa necessidade de remédio, de consolo, de ombro amigo, de luz, se sentavam em volta do Mestre para ouvir suas palavras, suas consolações, desta forma, recebiam a medicação necessária no coração. Jesus foi e é o médico da alma!

Lembremos-nos de que muitas vezes nós somos os doentes! Na mensagem 78 do Livro da Esperança intitulada “Ante o Divino Médico”, há uma receita a seguir para cada doença, veja abaixo a doença e o remédio sugerido por Jesus:

“Nas perturbações do egoísmo: faze aos outros o que desejas que os outros te façam

Nas convulsões da cólera: na paciência possuirás a ti mesmo

Nos acessos de revolta: humilha-te e serás exaltado

Na paranóia da vaidade: não entrarás no Reino do Céu sem a simplicidade de uma criança

Na paralisia de espírito por falsa virtude: se aspiras a ser o maior, sê no mundo o servo de todos

Nos quistos mentais do ódio: ama os teus inimigos

Nos delírios da ignorância: aprende com a verdade e a verdade te libertará

Nas dores por ofensas recebidas: perdoa setenta vezes sete

Nos desesperos provocados por alheias violências: ora pelos que te perseguem e caluniam

Nas crises de incerteza, quanto à direção espiritual: se queres vir após mim, nega a ti mesmo, toma a tua cruz e segue-me”

Percebes a responsabilidade da decisão de cada um de nós no dia a dia?

Apesar de ainda sermos portadores de fraquezas morais, somos convidados a levar luz para todos, através da exposição e exemplificação do Evangelho como fazia Jesus.

Não nos abalemos se nossos interlocutores usarem seus livre-arbítrios para nos ignorar por terem corações endurecidos pelo orgulho e egoísmo. Confiemos que Deus, nosso Pai, é amoroso e justo. Ele sabe o que passa no coração de cada filho ou filha. Antes de qualquer julgamento, tenha a certeza que a vossa parte foi bem feita. Saiamos com o coração repleto de paz, amor e plenitude. Eles também se aprimorarão no momento certo!! Tenhamos fé!

Vamos agir com simplicidade, amor, caridade, esperança e trabalho, tendo em mente a frase que nos une, “Alegria em Servir”. Despertemos a vontade de melhorar em nossos interlocutores, e a luz se acendará na alma cansada do erro.

Muita Paz a todos!

Karla Cheli Kanasawa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: